São Luís Orione: “o amor à Igreja como expressão do amor de Deus”

São Luís Orione: “o amor à Igreja como expressão do amor de Deus”

Em 1914, a Congregação de São Luís Orione chegou ao Brasil e habitou as terras de Mar de Espanha, cidade localizada no Estado de Minas Gerais, no intuito de trabalhar com os filhos de escravos, dando-lhes formação educativa, humana e cristã, ensinamentos estes passados pelo Santo fundador da ordem.

Recentemente, a Congregação celebrou seu centenário em terras brasileiras. Para comemorar esta data significativa, a relíquia com o sangue de São Orione vem percorrendo desde o mês de fevereiro as Igrejas, comunidade e as residências do país, motivando os devotos a participar deste momento.

O responsável pela Secretaria de Comunicação da Congregação orionita no Brasil, Padre Antônio Bogaz, em contato com a Gaudium Press, afirmou acreditar que “São Luís Orione é um Santo muito atual, pois propõe o amor à Igreja como expressão do amor de Deus”.

O sacerdote explicou que muitas atividades estão sendo realizadas para celebrar este acontecimento para a Igreja no Brasil.

“As celebrações tiveram início em outubro 2013, com o Capitulo Geral de nossa Congregação, em Aparecida. Recebemos a relíquia com o Sangue de São Luís Orione, que está visitando todas as obras orionitas nas várias casas do Brasil, onde estão os Filhos de São Luís Orione – Pequena Obra da Divina Providência (padres, eremitas e irmãos); as religiosas, que são as Pequenas Irmãs Missionárias da Caridade, as contemplativas não videntes, que estão em aproximadamente 50 cidades no Brasil, do sul ao norte”, explicou.

O Padre Bogaz disse que a Congregação “tem se dedicado, com grande devoção e empenho, aos mais necessitados, particularmente, os mais esquecidos pela sociedade.

De acordo com o presbítero, o carisma da ordem orionita consiste em servir a Igreja e os pobres, pois dedicam-se muito às escolas localizadas nas periferias, orfanatos, casa de idosos e, particularmente, deficientes físicos e mentais.

“Temos estas obras em Curitiba, São Paulo, Florianópolis, Brasília, Caucaia (CE) e Poxoréu (MT). Nossa preocupação maior é a evangelização pela caridade, embora nos envolvemos nos trabalhos de evangelização com escolas de teologia, entre outras. Nossa contribuição é muito humilde e de serviço. Temos nos preocupado ainda com as situações de pobreza, geradas pelas injustiças sociais”, reforçou.

Para ele, os orionitas se preocupam com a evangelização, bem como o amor pela Igreja e pelos pobres, colocando a todos na perspectiva dos mais humildes.

Quando perguntado sobre os trabalhos desenvolvidos pelas pastorais e movimentos sociais, entre elas, Animação Vocacional, Congregação das Pequenas Irmãs da Caridade, Movimento Juvenil Orionita, Instituto Secular Orionita, o Padre Bogaz respondeu que a principal preocupação da ordem é “atuar com seu carisma, respondendo aos apelos da sociedade e da igreja de nossos tempos, os apelos do Papa e de nossos pastores”, procurando colocar a juventude na perspectiva dos valores cristãos, fazendo-a viver em ambiente familiar e servindo os demais jovens.

“A tarefa dos grupos orionitas é não deixar envelhecer seu carisma”, assinalou.

Além disso, o presbítero destacou os estudos sobre textos, bem como o contexto de São Luís Orione para nossa realidade feitos pelo Grupo de Estudos Orionitas (GEO).

“Produzimos já cinco livros e cinco vídeos para atualizar esta mensagem. Assim, entendemos os apelos de nosso Fundador para nossos tempos.”

Congressos dos orionitas

Sobre os próximos eventos da Ordem Orionita, Padre Bogaz confirmou que será realizado um Congresso Missionário, que será realizado na cidade de Buenos Aires, na Argentina, região a qual Dom Orione habitou por mais de três anos. “Este Congresso vai aprofundar a espiritualidade de Dom Orione, sua visão missionária, suas obras e suas perspectivas”, disse.

Haverá ainda um Congresso de Párocos no Rio de Janeiro, com visita dos religiosos ao itinerário do Santo italiano na religião onde residiu no Brasil.

Encerramento do Ano Missionário Orionita e da Peregrinação da Relíquia pelo Brasil

Após sua passagem pela cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais, o relicário com a ampola de sangue de São Luís Orione ainda visitará a cidade de Ouro Branco e mais de 20 municípios brasileiros, antes de ser entronizado no Santuário da Orionópolis, situado em Cotia (SP), no dia 8 de dezembro, quando ocorrerá o encerramento do Ano Missionário Orionita e da Peregrinação da Relíquia pelo Brasil.

Por Leandro Massoni Ilhéu

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/56934-Sao-Luis-Orione—ldquo-o-amor-a-Igreja-como-expressao-do-amor-de-Deus-rdquo-#ixzz2wXF3XBJo 
Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.

 

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

Share This