REFLEXÃO: São oito frios e sete calores!

REFLEXÃO: São oito frios e sete calores!

São oito Frios e Sete Calores!

Reclamo bem pouco da realidade NATURAL DO TEMPO. Mas confesso amar o CALOR! Amo o calor por um simples motivo, antes de conhecer e buscar ter experiências com o Cristo Sofredor e Ressuscitado, eu também preferia muito mais o frio do que o calor ( isto não indica que quem não gosta do calor, não tenha experiência com Cristo). Com o tempo descobri que até mesmo as baixas temperaturas me tiravam o sono. Não que eu tenha passado frio etc. Tirava, tira e tirará sempre o MEU sono! A DESOLAÇÃO é muito grande em perceber que para os menos favorecidos, os excluídos da sociedade, a DOR é bem maior nas baixas temperaturas.

Ouço algumas pessoas sempre dizerem: que bom que o FRIO chegou, e que ama o frio! Ao ouvi estas exclamações, não perco a oportunidade de lançar minha ladainha o porquê não prefiro o frio e o porquê muitos gostam do Frio. Na minha pobre concepção, é fácil identificar o fenômeno AMOR que muitos têm para com o inverno. Amar o clima abaixo de 12° é fácil, quando percebo que me cubro com os melhores casacos, com os melhores cobertores, tomo os melhores chás, gasto horrores com lenha para a lareira, bebo o melhor vinho, tomo o melhor chocolate, durmo numa boa cama, ligo meu ar-condicionado contradizendo-me ao calor. Se for a fundo, descobriremos que MUITOS só conhecem as BAIXAS temperaturas pelos telejornais. Tendo todos estes prazeres, só restam aos indivíduos que possuem alguns itens dos citados acima: AMAR O FRIO! 

Porque gosto do calor? No calor, aqueles de quem MUITAS VEZES ESQUECEMOS, tem calçadas para deitarem-se ao ar livre, correndo apenas o risco de morrer assassinado pelos playboys da noite e não de hipotermia, tem ar-condicionado natural, tem o chafariz onde bebe a água fria, têm os demais companheiros de rua com quem podem conversar sem se preocupar com a brisa fria que caem nos invernos da vida. Prefiro o calor pelo simples fato que a casa (RUA) onde moram os nossos irmãos DESFAVORECIDOS não tem estrutura suficiente para receber o frio, o chocolate, as lareiras, os melhores cobertores que o inverno pede. A casa (RUA,) onde moram os nossos desfavorecidos tem apenas um banco de cimento, um papelão, água do chafariz, um cachorro que divide com eles o papelão, a quentinha e um pouco do que se busca muitas vezes no LIXO. É nesta casa (RUA) que os nossos irmãos enxergam o dia a dia PASSAR, e ficam apenas com o desejo  sonhador que cada um tem, ao acreditar que um dia os amantes do clima ( -1°, -2°, 5°, 7° e 12°.), experimentarão o INVERNO  vivido pelos POBRES. E não o INVERNO dos telejornais, do aconchego de nossa casa e da verdade absoluta de que existe apenas  um UMBIGO, e este está COMIGO.

 

Roberto Pereira Silva

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Share This