Primeira profissão religiosa dos noviços: “somos todos Vossos, Senhor”

Primeira profissão religiosa dos noviços: “somos todos Vossos, Senhor”

 

Primeira profissão religiosa dos noviços: “somos todos Vossos, Senhor”

 

BRASIL-SUL. No ultimo sábado (12/01) dia que a Igreja celebra o Batismo de Jesus a cidade de São José dos Pinhais, mais especificamente a comunidade paroquial do Xingu viveu um momento magnífico por ocasião da celebração da primeira profissão religiosa dos 7 noviços que residiram no ano de 2012 na comunidade do Barro Preto localizada na mesma cidade. Neste momento festivo e místico reuniram-se também vários religiosos e padres da província Nossa Senhora da Anunciação – Brasil Sul da qual fazem parte os Noviços além de vários paroquianos, amigos e familiares.

Depois de um ano de oração, trabalho e estudo próprio como se pede para etapa do noviciado, “que sejam religiosos, vivam como se já o fossem, com suas obrigações e seus deveres”, agora é o momento de efetivar a busca, a espera e o sonho de cada um em ser parte integral da família Orionita, seguindo o Cristo radicalmente através dos passos de São Luis Orione.

Para abrilhantar ainda mais este momento Dom Francisco Carlos Bach bispo da diocese de São José dos Pinhais, que tomou posse no dia 15 de Dezembro de 2012, veio presidir esta eucaristia, e junto dele como primeiros concelebrantes estavam padre Aparecido da Silva (Provincial) e padre Gilberto  Ferreira da Silva (Mestre de Noviços). Estando todos colocados na procissão de entrada o que marcava era a expectativa de cada jovem que naquela cerimonia iria consagrar sua vida, iniciou a celebração e quando todos estavam em seus lugares foram feitas as saudações e apresentações dos sacerdotes presentes.

Após a proclamação do Evangelho o Mestre de Noviços fez a apresentação de cada um ao provincial chamando-os individualmente e cada qual dando um passo a frente respondia com o coração forte EIS-ME AQUI, seguindo iniciou a homilia proferida por Dom Francisco que carinhosamente quis instruir aquele povo a partir do exemplo da vida dos jovens  professandos. Para pautar suas palavras o bispo tomou o convite da profissão que também continha o Lema de cada um, eram os seguintes: Nv. Carlos Alexandre; Viver é o Cristo e Morrer com Ele e por Ele é o verdadeiro lucro (Fl. 1, 21), Nv. Donizete Joaquim; Eis a minha coroa: castidade, pobreza e obediência (Donizete), Nv. Gabriel Molina; Senhor a quem iremos nós? Tu tens palavras de vida eterna! (Jo. 6, 68), Nv. Paulo de Tasso; Para que Ele cresça e eu diminua (Jo. 3, 30), Paulo Miguel; Vita Boni religiosi crux est “A vida do bom religioso é cruz” (Imitação de Cristo), Nv. Rafael Ferreira; Um só coração e uma só alma (At. 4,32) e Nv. Rafael Santos Vita Boni religiosi crux est “A vida do bom religioso é cruz” (Imitação de Cristo).

Na homilia cada lema foi retratado e vinculado a liturgia do dia, e nas palavras dirigidas aos então noviços ele disse: – Se cada um de vocês conseguirem viver o seu lema então não tereis de preocupar-se pois tudo será conduzido para Cristo, pois é Ele quem deve brilhar, além de ressaltar que se este evento estava acontecendo é porque vale a pena este seguimento de amor!

Terminada a riquíssima reflexão deu-se inicio ao momento do interrogatório feito pelo Provincial, os noviços aproximaram-se do presbitério e afirmavam a cada pergunta o seu Sim Eu Quero, depois juntos proferiram parte da fórmula de consagração e em seguida individualmente cada um disse Eu…. professo os votos ….. segundo as Constituições e Normas da Pequena Obra da Divina Providência ….

Depois deste momento emocionante os néo religiosos denominados Clérigos em nossa Congregação (Clérigo = religioso que caminha para ser padre), virados para a assembleia aguardaram a pessoa que trazia suas vestes, com as vestes as 2 testemunhas de cada qual aproximaram-se para a vestisão, dando continuidade o Provincial acolhe os religiosos como novos confrades e lhes entrega o livro das constituições e normas da Congregação. Seguiram após para as assinaturas do documento de oficialização do evento.

Decorreu então a celebração na seu estimado valor e respeito, ao final o Provincial fez os agradecimentos sendo um deles dirigido a Dom Francisco pela sua humildade e amabilidade na condução da celebração, neste momento o padre como de costume apresentou o novos noviços a comunidade que por coincidência são 7, os quais farão a caminhada durante este ano de 2013, neste dia tão festivo não faltou alegrias pois foi apresentado ao povo também o novo padre que irá auxiliar o padre Gilberto, ele que foi recém ordenado o padre Aparecido Pereira da Silva e por conseguinte o agradecimento ao padre Luiz Carlos de Oliveira e Silva que deixa a comunidade do noviciado para compor a  comunidade de Belo Horizonte – MG onde temos a etapa formativa do Teológico, seguindo uma leiga prestou  homenagem em nome da paróquia aos novos Clérigos e por fim o Cl. Paulo Miguel fez sua homenagem em nome do grupo.

Terminada a cerimonia seguiram todos para uma singela confraternização, e depois de alguns dias que cada um tem de visita a família seguem todos para suas designações que são: Cl. Carlos Alexandre Instituto Filosófico João Paulo II (Curitiba – PR), Cl. Donizete e Cl. Rafael Santos Pequeno Cotolengo Paulista (Cotia – SP), Cl. Gabriel Molina e Cl. Paulo Miguel comunidade do Instituto Pio XII (Quatro Barras – PR), Cl. Paulo de Tasso Instituto São Pio X (Siderópolis – SC).

Rezemos para que todos sejam perseverantes e felizes em sua caminhada, e alegremo-nos por ter uma juventude chegando para ajudar na edificação do reino.

 

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Share This