Papa se encontra com sudanesa que foi condenada à morte por renegar abandonar a fé cristã

Papa se encontra com sudanesa que foi condenada à morte por renegar abandonar a fé cristã

Meriam Ibrahim, a mulher que havia sido sentenciada à morte no Sudão por renunciar abandonar a fé cristã, chegou nesta quinta-feira na Itália e se encontrou com o Papa Francisco na Casa Santa Marta. Durante o encontro ela estava acompanhada por sua família: o marido Daniel Wani, Martin (1 ano de idade), e Maya, que nasceu na prisão dois meses atrás.Sua família foi acompanhada pelo deputado ministro das relações exteriores Lapo PIstelli, que ajudou a organizar a saída da família do Sudão e a acompanhou no voo até a Itália.

O encontro aconteceu de uma maneira “bastante serena e afetiva”. Papa Franciso agradeceu Meriam por seu corajoso testemunho e perseverança na fé.
Meriam agradeceu ao papa pelas orações e pelo grande esforço do pontífice em ajudá-la a se livrar da condenação à morte.

Meriam havia sido condenada à morte por acusações de apostasia pois seu pai era muçulmano e ela se casou com um cristão numa cerimônia católica em 2011. Os acusadores disseram a ela que ela estaria livre se aceitasse o islamismo, ao que ela respondeu que jamais abandonaria a fé em Jesus.

Agora, Meriam e sua família vão morar nos Estados Unidos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Share This