Orionitas brasileiros participam de encontro de jovens formandos em Roma

Orionitas brasileiros participam de encontro de jovens formandos em Roma

Os religiosos orionitas brasileiros que estudam no Teológico de Roma participaram do Encontro Mundial  dos Jovens Religiosos promovido pela Congregação dos Institutos de Vida Consagrada por ocasião do Ano dedicado à Vida Consagrada. No contexto deste encontro mundial foi realizado também o Encontro Internacional dos Jovens Consagrados Orionitas. 

Os religiosos brasileiros são: Anderson Cristian Rodrigues e Márcio Alexander Calais Jesus (Província Brasil Sul); Josimar Felipe da Silva e Pedro Raimundo Batista Andrade (Província Brasil Norte).

 

Foram 60 os religiosos orionitas participantes dos Encontros em Roma, nos dias 14 a 20 de setembro. O encontro especificamente orionita foi realizado nos dias 14 de setembro com um momento de acolhida e de apresentação dos religiosos que vieram de várias províncias orionitas. Ainda neste dia participaram de uma peregrinação e de um momento de espiritualidade aos pés da grande imagem de Nossa Senhora, colocada no alto do Monte Mario). No dia 15, Don Flávio Peloso, Superior Geral, fez uma Conferencia para os jovens. Nos dias seguintes participaram do encontro mundial e, finalmente, no dia 20 de setembro ocorreu o encerramento do encontro com uma Santa Missa na Paróquia de Ognissanti.

Na sua etapa mundial, os jovens participaram de um encontro com o Papa Francisco.

Acompanhemos uma síntese do Encontro conforme nos refere o Cl. Pedro Raimundo, do 1º ano de teologia:

DESPERTAI O MUNDO – Evangelho, Profecia, Esperança. “Chamou a si aqueles que Ele quis e esses foram com Ele” (Mc 3,13) foram o tema e o lema respectivamente do Encontro Mundial  dos Jovens Religiosos. Foram jornadas intensas – manhã, tarde e noite. Refletimos na Sala Paulo VI todas as manhãs através de conferências sobre os temas: VOCAÇÃO, VIDA FRATERNA e MISSÃO. Também através de perguntas e respostas, oração, animação e a audiência com o Papa. A tarde participávamos dos laboratórios por grupos divididos em linguas que aconteceram em diversas Igrejas de Roma, fazendo nos lembrar a saída de nós mesmos ao encontro do outro na periferia, em seguida Missa e a noite percorríamos e vivenciávamos os caminhos (escuta e reconciliação, adoração, arte e fé – capela Sistina, visitas a obras que atendem pobres  e imigrante, entre outros). No dia 18 a noite houve na Praça São Pedro um belo momento de testemunhos e músicas. Dia 19, após uma manhã de respostas a tantas perguntas preparadas pelos participantes durante a semana, o encontro foi encerrado com a Missa na Basílica São Pedro Celebrada pelo Cardeal Dom João Braz de Aviz, prefeito da Congregação para os institutos de vida consagrada. Mas ainda não acabou. No mesmo dia a noite, na via dos Fóruns Imperiais, foi celebrada uma belíssima oração com três estações em Memória dos Santos e dos Mártires. Um dos textos refletidos na primeira estação constava de uma bela exortação de Dom Orione.  “Dobbiamo essere santi, ma farci tali santi che la nostra santità non appartenga solo al culto dei fedeli, né stia solo nella Chiesa, ma trascenda e getti nella società tanto splendore di luce, tanta vita di amore di Dio e degli uomini da essere, più che i santi della Chiesa, i santi del popolo e della salute sociale”

JOVENS CONSAGRADOS ORIONITAS EM CAMINHO NA IGREJA COM O PAPA FRANCISCO. Tema desenvolvido pelo Diretor Geral Padre Flavio Peloso aos Jovens Consagrados Orionitas. O Papa é a referência segura de toda a Igreja, mas para nós orionitas deve ser seguido e amado com uma paixão e uma adesão especial, animados por nosso carisma específico de “especial fidelidade ao Papa”. Na sua conferência Padre Flavio nos questionava: qual é a música do Papa Francisco? É aquela mesma seguida por nosso Pai Fundador. É a música de uma marcha, de un caminho de conversão a Jesus e ao Evangelho, acolhendo a vontade e as surpresas de Deus. É uma marcha con cinco movimentos: alegria, profecia, vida fraterna, comunhão e missão.   

Foram jornadas intensas. Mas não faltou forças para acompanhar com alegria todas as programações oferecidas. Os encontros foram de grande proveito formativo e espiritual. Foram momentos verdadeiramente de acordar para o sim que respondemos ao Senhor na Vida Consagrada. 

Foram dias de graças. Sou agradecido a Deus por tantas oportunidades vivenciadas aqui na Italia e tudo isso veio para me ajudar a iniciar bem esta nova etapa formativa.

Cl. Pedro Raimundo

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Share This