Mensagem de Don Flavio por ocasião do “Dies Natalis” de Dom Orione

Mensagem de Don Flavio por ocasião do “Dies Natalis” de Dom Orione

Brasília.DF: No dia em que recordamos a morte do nosso Pai Fundador Dom Orione, Don Flavio Peloso, nosso Superior Geral, em visita aos confrades na Ucrânia, envia-nos uma mensagem.  

Caríssimos confrades e todos da Família Orionita

Hoje, 12 de março celebramos o dies natalis de Dom Orione, isto è, o seu nascimento no céu. A festa litúrgica será no dia 16 de maio, mas no paraíso festejamos Dom Orione no dia 12 de março. Nos unimos em pensamento e oração, recordando de nosso Pai comum. Tenho impressas no coração as bonitas e emocionantes celebrações em Gênova, onde recordamos o centenário da partida dos primeiros missionários para o Brasil.  Ontem à noite cheguei em L`viv – Leopoli, na Ucrânia, onde o abraço de Dom Orione chegou há 13 anos atrás. Uma nova missão em um país de antiga tradição cristã, sobretudo ortodoxa. Me vem em mente um aceno missionário feito pelo próprio Dom Orione no seu famoso “último Boa Noite” em 08 de março de 1940, em Tortona. Acenou aos diáconos que estavam para ser ordenados e em particular a Don Kisilak que seria ordenado um dias depois.

“Vim para saudá-los,  triste por não poder assistir a primeira Missa do nosso irmão que será ordenado amanhã… em Roma (Don Colomanno Kisilak). Este é o primeiro iugoslavo que hoje escrevi e que se prepara para ir em missão daqui a 20 dias. Partirá no dia 28… é bonito subir para o altar, receber a benção do Papa, correr para saudar os pais e depois ir em missão! E espero que partirão outros juntos, entre  estes alguns poloneses, aos quais dirigi uma oração: que andassem a cuidar do seus irmãos”.  

“Se estas palavras nos fazem ainda vibrar o coração é um sinal que estamos vivos. Estamos prontos para 'partir em missão' e para a missão onde estamos, com a atitude mais pastoral, próximos das pessoas, generosos e alegres? Bergoglio – Francisco disse a nós orionitas que devemos ser “callejeros” (em estrada, por estrada, em movimento). Creio que neste sentido contentaremos Dom Orione como fizeram Don Kisilak e outros jovens prontos para “partir em missão” e “cuidar dos seus irmãos”.

Don Flavio – Superior Geral

Trad. P. G.

 

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Share This