Leigas do Instituto Maria de Nazaré fazem retiro anual

Leigas do Instituto Maria de Nazaré fazem retiro anual

 Leigas do Instituto Maria de Nazaré fazem retiro anual

 

GOIÂNIA. Instituto Secular Maria de Nazaré é uma janela que se abre ao mundo. Inicia suas atividades na Itália e se estende ao Cabo Verde (áfrica), Brasil e Peru (américa Latina).

Aqui no Brasil a semente foi lançada a 25 anos atrás e desabrochou de norte a sul do país.

Hoje este grupo brasileiro está reunido em Goiânia para o Retiro Espiritual anual e para organizar a próxima Assembléia Geral que será em Roma na Itália.

Nem todos os membros puderam estar aqui reunidos por vários motivos: saúde ou de ordem profissional. Mas os membros de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Tocantins se fizeram representar e muito bem.

Para este Retiro Espiritual escolhemos o Pe. Claudio Peters como pregador. Desenvolvemos o tema “Voto de Castidade de uma Filha de Maria de Nazaré, como profecia no nosso tempo.”

Aqui no retiro se vive a alegria do encontro de irmãs com Deus Uno e Trino e Maria de Nazaré. Da vontade de não mais voltar para casa. Mas somos conscientes que vamos voltar ao nosso lugar de origem com a bateria carregada da Graça de Deus para poder levar Cristo a todos os irmãos, especialmente aos mais necessitados.

Muitas pessoas perguntam o que é o Instituto Secular, e nós queremos apresenta-lo:

 

 

Quem Somos?

– Leigas consagradas com a missão de ser fermento de sabedoria, testemunhos da graça para transformar o mundo de dentro para fora, descobrindo a beleza de Cristo;

– Podem fazer parte do instituto “Maria de Nazaré”, mulheres solteiras de 18 a 50 anos de idade, que querem consagrar-se a Deus com os votos de castidade, pobreza e obediência na vida diária;

– O carisma do Instituto é viver e difundir a acolhida às pessoas com particular atenção e amor ao último, vivendo a espiritualidade de São Luiz Orione e ser presença viva de Igreja em todo ambiente;

– Também pode fazer parte como membros associados, quem quer viver nossa espiritualidade, comprometendo-se com os vínculos da consagração na sua condição de vida, com base em um regulamento particular. Neste caso são pessoas que tem de 25 a 65 anos de idade, casadas, viúvas, mães solteiras e mulheres separadas;

– Cada pessoa escuta o chamado de Deus, vive os valores da vocação e respondem com fidelidade e coerência.

 

 

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Share This