Hospital Dom Orione inova em procedimento cirúrgico cardiovascular

Hospital Dom Orione inova em procedimento cirúrgico cardiovascular

Por Rodrigo Martins/Assessoria de Comunicação

O Hospital Dom Orione, de Araguaína, realizou um procedimento inédito no Tocantins. A equipe de cirurgia cardíaca da unidade fez um implante de prótese mitral, chamada “valve in valve”, sem a abertura da cavidade torácica. A cirurgia foi realizada em uma paciente de 41 anos e teve duração de duas horas.

O coordenador do setor de Cardiologia do Hospital Dom Orione, Dr. Henrique Furtado, explica que anteriormente a paciente já havia sido submetida a duas cirurgias de válvula, por isso a necessidade de utilizar o método. “É um procedimento moderno para tratar pacientes com alto risco de serem submetidos a uma recuperação com tórax aberto.”, explicou.

A cirurgia foi realizada pelos médicos Dr. Milton Santoro, Dr. Bruno Carvalho, Dr. Leonardo Paim, do Instituto do Coração de São Paulo, e pelo ecocardiografista Dr. Rodrigo Lins. Dr. Henrique conta que foi realizada uma pequena abertura na ponta do ventrículo esquerdo (câmara inferior do coração) para a passagem do cateter balão, que levou a nova prótese até o interior da prótese que estava rasgada. “O implante foi um sucesso”, comemorou o médico. A paciente já teve alta e está se recuperando em casa.

“Esse procedimento inovador permitiu reduzir o tempo de internação da paciente”, explicou o diretor técnico do Hospital Dom Orione, Dr. Arnaldo Alves Nunes. Quando há abertura no tórax, o período de internação previsto é de 36 horas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e mais 10 dias na enfermaria. Como não houve a abertura, a paciente ficou apenas 24 horas na UTI e três dias na enfermaria.

Referência em cardiologia no Tocantins, o Hospital Dom Orione está sempre em busca de modernizar seus atendimentos. “Buscamos na tecnologia, aliada a uma equipe multiprofissional altamente capacitada, oferecer serviços de saúde cada vez mais seguros e eficazes”, contou o diretor técnico da unidade, Dr. Arnaldo Alves Nunes.

Sem comentários

Gostou do artigo? Faça um comentário!

Share This