Família Orionita se despede de Dom Enemésio Ângelo Lazzaris, servo de Cristo e dos pobres

Família Orionita se despede de Dom Enemésio Ângelo Lazzaris, servo de Cristo e dos pobres

O mundo orionita e a diocese de Balsas (MA), choram. Ontem, dia 02 de fevereiro de 2020, por volta das 23h, na cidade de Araguaína (TO), faleceu, depois de um longo período de sofrimento, o nosso amado Dom Enemésio Ângelo Lazzaris, bispo orionita da diocese de Balsas (MA).

Dom Enemésio Ângelo Lazzaris nasceu em 19 de dezembro de 1948, em Siderópolis (SC), num povoado chamado Rio Jordão. Entrou no seminário no seminário orionita de Siderópolis aos 12 anos de idade, em 1960. Fez o noviciado canônico no ano de 1965 na cidade mineira de Juiz de Foro. No dia 11 de fevereiro do ano de 1966, o jovem Enemésio fazia pela primeira vez os votos de castidade, pobreza e obediência. Neste mesmo ano, mudou-se para São Paulo. Onde fez o primeiro ano do Segundo grau (Clássico). Nos dois anos seguintes ele se dedicou ao tirocínio (experiência prática do trabalho como religioso), em Juiz de Fora e em Blumenau.

Em 1969 e 1970 terminou o segundo grau em Guararapes (SP), e de 1971 e 1976 estudo filosofia e teologia em São Paulo e Belo Horizonte. Sua consagração definitiva se deu em 27 de outubro de 1974. Foi ordenado sacerdote no dia 26 de julho de 1975 em Siderópolis, sua terra natal. Em seguida, foi para Belo Horizonte, onde trabalhou como promotor vocacional até o ano de 1980. Fez mestrado em Teologia Espiritual na Itália com os Frades Carmelitas  Descalços.

Dentre os trabalhos desenvolvidos na Congregação de Dom Orione, destaca-se a sua atuação na promoção vocacional (1976 – 1980), Pároco em Araguaína-TO, (1989 – 1995), Diretor da Comunidade Religiosa do Jardim Botânico-RJ (1996 – 1998), quando foi eleito Diretor da Província Nossa Senhora de Fátima – Brasil Norte. Em julho de 2004, por ocasião do XII Capítulo Geral da Congregação, é eleito Vigário Geral. No dia 12 de dezembro de 2007, sua Santidade, o Papa Bento XVI, o nomeia Bispo da Diocese de Balsas, no Maranhão. Recebeu a ordenação episcopal no dia 29 de março de 2008.

No Tocantins, por oito anos, ele foi pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, paróquia que lhe deu acolhida durante os últimos nove meses finais de sua vida e onde o povo de Araguaína e os religiosos orionitas daquela cidade, hoje, dia 03 de fevereiro, ás 15h se despediram definitivamente de Dom Enemésio na Celebração Exequial.

Que o bom Deus lhe recompense por sua audácia apostólica, seu amor compassivo para com os pobres, os camponeses, os indígenas, os quilombolas, os retirantes e toda sorte de deserdados e esquecidos pelo poder e pela força do mercado, que encontrarem no Senhor um porta-voz, um amigo, um defensor, um consolo, uma luz. Eles o receberão um dia no paraíso, onde Deus enxugará toda lágrima.

1 Comment
  • PAULO CESAR
    Postado em 07:16h, 04 fevereiro Responder

    QUE DEUS JÁ O TENHA ACOLHIDO DE BRAÇOS ABERTOS NO REINO DOS CÉUS E, AOS QUE AQUI CONTINUAM, CONFORTE OS CORAÇÕES DOS ENTRISTECIDOS AMIGOS E FAMILIARES.
    PAULO CÉSAR.
    COORDENADOR DO GRUPO DE PADRINHOS E MADRINHAS
    DAS VOCAÇÕES SACERDOTAIS ORIONITAS DE CAUCAIA+CE.

Gostou do artigo? Faça um comentário!

Share This