Equoterapia atende cerca de 130 crianças no Pequeno Cotolengo Cearense

Equoterapia atende cerca de 130 crianças no Pequeno Cotolengo Cearense

Equoterapia atende cerca de 130 crianças no Pequeno Cotolengo Cearense

Caucaia-CE: O Pequeno Cotolengo Dom Orione Cearense fundou em 2015 o Projeto laços que libertam, através da parceria com a UNESCO via Criança Esperança. Atualmente o projeto é composto por uma equipe multiprofissional que atende cerca de 130 pessoas com necessidades especiais.

Segunda a Ande Brasil, Equoterapia é definida como um método terapêutico que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência e/ou com necessidades especiais.

O movimento tridimensional fornece estímulos e impulsos cerebrais importantes para se aprender ou reaprender a andar; o movimento rítmico-balançante estimula o metabolismo, a regulação do tônus e o funcionamento dos sistemas cardiovasculares e respiratórios; o movimento em diversos tipos de terreno e mudança de sentido estimula o sistema vestibular e solicita uma adaptação constante do próprio corpo, a fim de promover equilíbrio, fortalecimento da musculatura e coordenação; a imponência e altura do animal podem desenvolver a coragem, autoconfiança, concentração e sentimentos de independência; a docilidade e o contato com o animal pode acarretar no desenvolvimento da tranqüilidade, da capacidade social e da comunicação. Portanto, o cavalo é um agente educativo e facilitador, onde juntamente com a atuação da equipe interdisciplinar favorece o aprimoramento dos movimentos/atitudes já existentes e obtenção de novos ganhos e conquistas.

 

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Share This