Encontro dos Animadores Vocacionais Provinciais em Ouro Branco-MG

Encontro dos Animadores Vocacionais Provinciais em Ouro Branco-MG

Ouro Branco-MG. De 31 de maio a 04 de junho aconteceu na cidade de Ouro Branco o Encontro dos Animadores Vocacionais Provinciais. Os três animadores, Ir. Rufina, Pe. Márcio e Pe. Edson, aproveitaram a trezena de preparação para a festa de Santo Antonio, que é o padroeiro da cidade e da paróquia, para encontrar a juventude local e visitar as escolas. Conheceram as madrinhas das vocações e 4 jovens candidatos à Pequena Obra e uma candidata à congregação das Irmãs Orionita. A estadia na cidade mineira foi propícia para um momento formativo e para a troca de experiências sobre o trabalho desenvolvido. A carta circular de Don Flavio Peloso Vocação e Vocações, de agosto de 2007, foi utilizada como subsídio, provocando uma discussão sobre os seguintes núcleos:

a)     O enfoque da apresentação da vocação religiosa como orientação vocacional e sentido à vida;

b)     A necessidade da união entre pastoral juvenil-vocacional e o centro provincial das vocações;

c)      A preciosidade do carisma como dom para a Igreja. O testemunho de vida como cartão postal do carisma orionita;

d)     Ir ao encontro dos jovens nos lugares informais. Interessar-se pela vida dos jovens;

e)     Elaboração de um projeto vocacional orionita para o Brasil, estruturado com continuidade, organicidade ecomunitariedade, harmonizando a ação da promoção vocacional em relação com a pastoral juvenil.

Por fim, aconteceu a primeira reunião da Equipe Vocacional Local, que ficou composta pelo Pe. Geraldo Gonçalo, o ex-religioso Juliano Marques Ferreira e a jovem Luiza Maria de Almeida. Um agradecimento aos padres Ilídio, Geraldo e Gil que acolheram com fraternidade os animadores vocacionais e acompanharam com disponibilidade as atividades propostas. Com as palavras de Bento XVI, roguemos que a Virgem Maria, a qual respondeu imediatamente ao chamado do Pai, dizendo “Eis a escrava do Senhor” (Lc 1,38), interceda para que no seio do povo cristão não faltem servos do amor divino, ou seja, sacerdotes que, em comunhão com seus bispos, anunciem fielmente o Evangelho e celebrem os sacramentos, cuidem do Povo de Deus e estejam preparados para anunciar o Evangelho a todas as pessoas. Que Ela ajude para que em nossos dias cresça o número de pessoas consagradas, que vão contra a correnteza, vivendo os conselhos evangélicos da pobreza, castidade e obediência, dando profeticamente testemunho de Cristo e de sua mensagem libertadora de salvação (Mensagem para a Jornada mundial de oração pelas vocações, 29 de abril de 2007).

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Share This