Cotolengo reestreia espetáculo musical e teatral em Curitiba

Cotolengo reestreia espetáculo musical e teatral em Curitiba

Pequeno Cotolengo reestreia espetáculo musical e teatral

CURITIBA. O Pequeno Cotolengo através de sua Escola de Educação Especial vem desenvolvendo desde o ano de 2009 o projeto musical e teatral “Coro Cênico – A Magia da Vida”. Ao longo de 2009 e 2010 foram 11 apresentações para escolas de Educação Especial, e escolas da rede pública e particular de Curitiba e Região Metropolitana, com um público total de 5000 estudantes.

O espetáculo encenado por 45 alunos entre jovens e adultos com deficiências físicas e mentais residentes do Cotolengo, conta a história de um lugar encantado onde um gnomo nos leva a refletir sobre a vida e suas diferenças, a realidade do abandono, mas mostrando também o valor da amizade, da solidariedade, e da união, um espetáculo envolvente com muitas surpresas e canções.

Devido ao grande sucesso das últimas apresentações, o projeto retomou suas atividades em grande estilo, levando sua primeira apresentação do ano para a cidade de Antonina (litoral paranaense). 

A reestreia do espetáculo aconteceu no dia 29 de junho, no Theatro Municipal da cidade, direcionado para alunos de escolas públicas e escolas especiais. A expectativa em torno de todos era grande, e mais uma vez o elenco se superou e surpreendeu ao realizar um lindo espetáculo para um teatro lotado de crianças.

A próxima apresentação está marcada para o dia 21 de setembro agora no Theatro Municipal de Morretes (litoral paranaense), o projeto tem o objetivo de levar essa história de aprendizado e superação ao maior número de pessoas, por esse motivo o ingresso é livre para todos os públicos. Segundo Alessandra Marquetti, Diretora da Escola e Coordenadora do Projeto, “a importância deste Projeto para a pessoa com deficiência é inicialmente possibilitar a sociedade um olhar além da deficiência e o reconhecimento de suas habilidades. Como também estimular e desenvolver a criatividade, a capacidade e as habilidades artísticas e culturais, trabalhando de forma lúdica o potencial de “eficiência” da pessoa com deficiência”.
O Projeto foi aprovado pelo Ministério da Cultura através da Lei Rouanet, patrocínio da Volvo do Brasil, e apoio da Prefeitura Municipal de Morretes, Prefeitura Municipal de Antonina, Instituto Terressência, Rimatur, Federação das Indústrias do Estado do Paraná – FIEP, Teatro Positivo e Habib’s.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Share This