Concluída a visita canônica geral no Rio e em Niterói

Concluída a visita canônica geral no Rio e em Niterói

Concluída a visita canônica geral no Rio e em Niterói

RIO DE JANEIRO. Os visitadores Dom Silvestro Sowizdrzal e padre André Scaglia terminaram na manhã deste dia 15 de março a visita às comunidades orionitas do Rio de Janeiro – Jardim Botânico, paróquia Nossa Senhora de Fátima e Niterói. A primeira reunião, na paróquia de Fátima, reuniu todos os religiosos das três comunidades. Depois da abertura, a visita foi iniciada. Ali, no coração da cidade, três religiosos orionitas (pe. Raimundo, pe. Ridz e pe. Otaviano) desenvolvem, além do trabalho pastoral, um amplo trabalho social de ajuda aos pobres.

A segunda comunidade, Niterói, distante 20km do Rio e ligada a esta cidade por uma ponte de 17km, se encontra no lado oposto da baía de Guanabara. Também aqui há uma paróquiak dedicada a São Francisco Xavier, com diversas capelas, uma creche e atividades sociais com os pobres. Os religiosos, pe. Josumar, pe. Jorge e pe. Geraldo Majela, todos imersos nas atividades paroquiais, realizam com entusiasmo seu trabalho. Aqui se encontra um marco da vinda de Dom Orione em 29 de março de 1937, onde se hospedou por dois dias e celebrou a santa missa. Também em Niterói encontra-se o túmulo do primeiro missionário orionita a ser enviado para o Brasil, pe. José Dondero. (Veja a foto acima)

Também a comunidade do Jardim Botânico foi visitada. Os confrades pe. Magno, pe. Luizinho, pe. Eduardo, pe. Rafael e irmão Sérgio desenvolvem inúmeras atividades: paróquia, colégio e o asilo Casa de Betânia. Também aqui esteve nosso pai São Luís Orione. A obra de Dom Orione é muito conhecida aqui e estimada por todos.

 

Hoje os visitadores seguem para o eremitério de Valença.

Tradução de C.S.M.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Share This