Comemorações e Congratulações dos 100 anos da missão orionita no Brasil

Comemorações e Congratulações dos 100 anos da missão orionita no Brasil

Centenário da Partida dos Três Primeiros Missionários Orionitas

1913 – 17 de dezembro – 2013

Comemorações e Congratulações

 

 No dia 17 de dezembro comemoramos o Centenário da partida dos três primeiros missionários orionitas: um Padre, um Irmão, um Leigo; Pe. Carlos Dondero, Ir. Carlos Germano e Sr. Júlio. Várias Comunidades se reuniram para celebrar este dia e, mesmo sendo uma terça-feira, algumas reuniram também os leigos. A seguir uma pequena crônica destas manifestações pela Província. De algumas temos notícia e fotos. Registro também algumas mensagens que nos foram enviadas.

  • Secretariado Geral das Missões

O Secretariado Geral das Missões, através do Pe. João Batista de Freitas, enviou para toda a Congregação a tradução em italiano do subsídio preparado para o momento de Adoração. Desta forma não somente os orionitas brasileiros foram convidados e motivados para a oração, adoração e agradecimento, mas toda a família orionita que, na missionariedade ad gentes, nasceu neste envio missionário de Dom Orione.

  • Noticias do site (www.donorione.org)

O site da Congregação (www.donorione.org) deu a notícia do Centenário da partida dos três missionários com uma particularidade sobre o navio de transporte intitulado a “Tommaso di Savoia”. Eis os dados: “O navio a vapor Tomaso di Savoia foi construído em 1907 nos estaleiros de Barclay, Curle & Co. de Glasgow em nome do Lloyd Sabaudo de Genova. Proa reta, dois mastros, duas chaminés, capacidade para 7.761 toneladas; motor a vapor com propulsão de duas hélices; velocidade de 16,5 nós (cerca de 30km por hora). Podia hospedar 150 passageiros de primeira classe e 1.700 de terceira classe. Fazia a rota Genova – Nova York e Genova – América do Sul. A última travessia do Atlântico aconteceu com a chegada em Nova York em 3 de setembro de 1915. Foi demolido em 1928.

  • Comemoração na Índia

Continuando no site da Congregação, lemos hoje uma notícia da comemoração na Índia: a partida dos missionários “foi um evento grandioso porque marcou a abertura da Congregação para todos os povos. Graças a esta inspiração o carisma de Dom Orione, no encontro com outras culturas, pôde exprimir toda a sua riqueza e através deste ato a Divina Providência pôde realizar tantos desígnios de Deus…

  • Buritis-RO

A Comunidade se reuniu às 11 horas da manhã para a Adoração ao Santíssimo Sacramento “com a presença de vinte leigos que convidamos para este momento tão significativo para nossa Congregação e também muito especial para nós aqui em Buritis, que buscamos formar o primeiro grupo de leigos para nos acompanhar, ajudando-nos espiritualmente e também materialmente. Às 12 horas teremos o almoço para todos, à tarde temos Missa nas Linhas.” (Pe. José Sebastião) “Missa nas Linhas” tem tudo a ver com esta comemoração missionária, é sinônimo de “Missa nas Comunidades Rurais”, às vezes distantes, de difícil acesso, cujo povo espera o sacerdote com a mesma ânsia da espera dos brasileiros de Mar de Espanha em 1913.

  • Araguaína-TO

A família orionita de Araguaína “reuniu-se no Santuário Sagrado Coração de Jesus, dia 17/12/13 às 19 hs com a participação de umas 400 pessoas para comemorar, celebrar e fazer memória da presença da Missão Orionita no Brasil. Foi uma Celebração bem participada, celebrada pelos Padres Orionitas: Pe. Márcio, Pe. Dionizio, Pe. Antonio Soares, Pe. Eduardo Caliman, Pe. Carmelo e Pe. Remiggio. Houve também a Adoração ao Santíssimo, bênção e distribuição dos pães de São Luis Orione para toda a comunidade presente. Encerramos com uma confraternização no salão paroquial com os Padres e os leigos do MLO.”

  • Belo Horizonte – MG ( Lar dos Meninos)

Escreveu Pe. Geraldo Dias: “No Lar dos Meninos fizemos a Hora Santa com a participação do Pe. Tadeu, do Pe. Edson, do Pe. Bueno (hóspede da casa), da Lourdinha Gomes e eu. Foi muito bom e fizemos memória da presença Orionita em Belo Horizonte desde 1948 e eu desde 1951, quando vim conhecer o Lar. Precisamos fazer uma Grande Celebração, com todas as comunidades, em nível de Belo Horizonte.”

  • Belo Horizonte – Homenagem ao Pe. Dino Barbiero

Muito significativa a homenagem feita ao Pe. Dino Barbiero no exato dia do Centenário. Pe. Dino chegou no Brasil em 2 de dezembro de 1956, quatro meses apenas depois de ordenado sacerdote. Boa parte da sua vida e ministério foi dedicada ao Lar dos Meninos e à Paróquia de Belo Horizonte. Eis a notícia da homenagem: Na Câmara Municipal de Belo Horizonte, em solene sessão de comemoração pelos 70 anos da Pampulha, Pe. Erli Lopes Cardoso, Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Divina Providência, recebeu a homenagem “in memoriam” do Pe. Dino Barbiero, como personalidade que se destacou no desenvolvimento desta importante região de Belo Horizonte, patrimônio cultural do povo mineiro. No discurso que abriu a sessão, o vereador Professor Wendel, indicador da homenagem, destacou a personalidade do Pe. Dino, figura muito querida e conhecida na região, incansável lutador na prática do bem.

  • Valença-RJ (Eremitério Frei Ave Maria)

Frei Jerônimo enviou a notícia e Frei Cruz as fotos. A Comunidade celebrou junto com os leigos do Movimento Laical Orionita e do Grupo de Oblação Laical. Após a adoração “fizemos uma bela confraternização”. E completou: “estamos felizes junto aos leigos”.

  • Itapipoca-CE (Estágio Vocacional)

 

Em Itapipoca a comemoração aconteceu dentro da programação do Estágio Vocacional que está sendo realizado, desde o dia 13, no Seminário.

  • Brasília-DF (Instituto D. Orione, Noviciado e Paróquia São Luís Orione)

A notícia das comemorações em Brasília já foram publicadas pelo site orionita brasileiro. No texto destinado aos internautas, recorda-se o evento com referências específicas aos contatos pessoais que possibilitaram a vinda dos missionários: “Dom Orione já havia recebido o convite de Madre Michel para enviar seus missionários ao Brasil. Somente a partir do convite de Dom Silvério Gomes Pimenta, à época arcebispo de Mariana, é que Dom Orione aceitou com prontidão esta missão, exultando de alegria: “Agora, finalmente, os mares para sulcar apareceram… e um anjo me chama para salvar almas no nome do Senhor, no distante Brasil!”.” A Comunidade de Brasília (Pe. Rezende, Pe. José Martins, Pe. Antonio Dalmasso, Pe. José Wilson, Pe. Geovani, Pe. Tarcísio, Cl. Benedito e os Noviços: Alexsandre, Aroldo, Edgar, Enoque, José Ribamar, Luan e Lucas) realizou a Hora Santa às 17:30h e a seguir foi celebrada a Santa Missa. Concluíram com um jantar de confraternização. A presença do Pe. Dalmasso contribuiu especialmente para tornar ainda mais viva a memória dos primeiros tempos. Para os jovens Noviços ele foi como que o “vovô” que conta histórias da origem e dos primeiros tempos da família.

  • Anna Rita Orrú – Responsável Geral do Instituto Secular Orionita

“Auguri a tutti gli Orionini brasiliani” pelos cem anos de vida da PODP na terra do Brasil. O Senhor, com tanta generosidade, não deixará de suscitar muitas vocações sacerdotais e religiosas para a expansão da Congregação, para servir a Igreja e ajudar os muitos irmãos desejosos de encontrar Cristo Jesus. Também em nome das irmãs do ISO, asseguro as orações para que o “fogo” de Caridade suscitado por Dom Orione seja cada vez mais vivo. Anna Rita Orrú.

  • Madre Maria Mabel Spagnuolo – Superiora Geral das Irmãs Orionitas

“Tanti auguri!!!” Aos orionitas brasileiros, aos filhos do sonho missionário de São Luís Orione e da Divina Providência. Rumo a outros 100 anos de missionariedade e evangelização. Com afeição, M. Mabel.

  • Dom Enemésio A. Lazzaris – Bispo de Balsas-MA

“Que legado que recebemos de tantos orionitas que conosco vivenciaram este primeiro centenário, seja fundamento sólido para iniciarmos ainda melhor o segundo centenário. Um fraterno abraço.

  • Edilaine Carvalho – Responsável Regional do MLO – Brasil Norte

“Louvo a Deus pela oportunidade e privilégio de me incluir nessa família tão maravilhosa! E rogo mesmo a ELE pela intercessão de São Luís Orione e de N. Senhora a graça de bem servir ao Nosso Senhor em cada semelhante com quem conviver e assim aprender e colaborar. Hoje estaremos em oração e festa! Sou feliz por me sentir uma “orionita”… incomparável sensação! Edilaine.

  • Pe. Aparecido da Silva – Provincial da Província Brasil Sul

“Que dia rico. Neste dia 17 de dezembro partiram os primeiros missionários para o Brasil. Celebramos o 4° aniversário de morte do Pe. Toninho. Completo 35 anos de ordenação. Feliz Natal para toda a família religiosa da Província Norte. Que o Novo ano seja coberto de bênçãos e sucesso”.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Share This