BRASIL SUL – LANÇAMENTO DA PEDRA FUNDAMENTAL DO “PEQUENO COTOLENGO JOINVILENSE”

BRASIL SUL – LANÇAMENTO DA PEDRA FUNDAMENTAL DO “PEQUENO COTOLENGO JOINVILENSE”

Desde 01 de fevereiro de 2019, a bandeira orionita foi instalada em Joinville, SC. A nova paróquia Nossa Senhora do Caravággio, desde então, passou a fazer parte das comunidades orionitas da Província Nossa Senhora da Anunciação,  Brasil-Sul.

A motivação para esta abertura em Joinville sempre foi a de levar o nosso carisma para o coração daquela gente, através do nosso trabalho de caridade.

Depois de muito esforço da comunidade local, da direção provincial e da comunidade do Cotolengo de Curitiba concretizou-se no dia 10 de dezembro de 2020 a compra de um terreno, onde será implantado o “PEQUENO COTOLENGO JOINVILENSE”, como filial do Pequeno Cotolengo de Curitiba.

No dia 13 de dezembro de 2020, com uma missa presidida pelo diretor provincial Pe. Rodinei Carlos Thomazella e a presença de vários religiosos e leigos orionitas, na Igreja matriz Nossa Senhora do Caravággio, o sonho se tornava realidade. Estavam todos rezando pelo bom encaminhamento da nova obra orionita.

Em seguida, uma cerimônia presidida pelo Revmo. Bispo da diocese de Joinville, Dom Francisco Carlos Bach, com a presença do diretor provincial, Pe. Rodinei Thomazella, do diretor do Pequeno Cotolengo, Pe. Renaldo Amauri Lopes, do pároco Pe. Osvaldir Ribeiro Mendes e de vários outros religiosos e leigos orionitas de Joinville e Curitiba, deu-se o lançamento da pedra fundamental do Pequeno Cotolengo Joinvilense.

Uma imagem de São Luís Orione foi colocada sobre um marco, onde constam os documentos que atestam o início da história desta obra.

Dom Francisco Carlos Bach, assim se dirigiu a todos expressando sua gratidão e acolhida ao carisma orionita em sua diocese: “Os orionitas são fantásticos”… “Eu sempre ressalto o meu carinho com os orionitas, com a instituição em si. Então a minha gratidão imensa pelo carinho e pela amizade que conquistamos. A figura de Dom Orione ela é especial. A sua imagem fala por si só: olhem para a imagem, vemos alguém que está se comunicando com o sorriso nos lábios, as mãos abertas em uma atitude de acolhida, em uma atitude de carinho, respeitando a cada um do jeito que é, amando a cada um do jeito que é, e fazendo da caridade, que é o grande tesouro da vida da Igreja, uma realidade”.

Também o diretor provincial Pe.  Rodinei Carlos Thomazella, assim expressou sua alegria e gratidão por este momento especial: “Dom Orione sonhou em fazer o bem aos pobres, trabalhar com as pessoas pobres que necessitam. E ele está fazendo esse bem no mundo inteiro, especialmente no Brasil. Hoje nós temos a graça de dizer que através da acolhida da diocese, através do pensamento de nossa província, essa obra também vem para cá com esse mesmo objetivo. Nós temos a paróquia onde se evangeliza, se trabalha com as pessoas, onde  as pastorais comprometem as pessoas, onde se constrói um caminho para viver o Evangelho. Mas a obra social que Dom Orione sempre queria ao lado das paróquias é exatamente para fazer com que a nossa fala seja concretizada na caridade. Dom Orione sempre dizia que a caridade vai salvar o mundo, então, é a obra que iremos começar aqui, o Cotolengo, que vai dar o sentido para aquilo que nós pregamos. Falamos de amor, falamos de justiça, falamos de bondade, falamos de solidariedade… está aqui uma obra que certifica o que a nós falamos”.

Na finalização de suas palavras, o provincial concluiu: “Para Dom Orione a caridade é o Evangelho vivido, então eu acredito que é essa a grande alegria desse dia de hoje, 13 de dezembro de 2020 em que estamos lançando essa pedra fundamental”.

Rezemos todos para que Dom Orione continue abrindo caminhos através de nossas obras.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

Share This