Araguaína celebra os 60 anos de sacerdócio de Pe. R. Corazza

Araguaína celebra os 60 anos de sacerdócio de Pe. R. Corazza



Normal
0


21


false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE






































































































































































60 anos de Ordenação Sacerdotal do

Pe. Remigio Corazza

 

Araguaína. Números pomposos, até suntuosos, impressionam pelo fausto e pela majestade: quase 93 anos de idade, 72 de profissão religiosa e, sobretudo, 60 anos de sacerdócio. São números que pertencem ao Pe. Remigio Corazza, italiano de Arsego e brasileiro de 59 anos, tendo aqui chegado no dia 12 de julho de 1953.

 

Estes números foram celebrados nestes dias em Araguaína. A principal delas ocorreu no dia 29 de junho quando Pe. Remigio presidiu a Santa Missa pelas suas bodas sacerdotais, no Santuário Sagrado Coração de Jesus.

 

Outro momento especial neste dia foi o almoço festivo em sua homenagem e que reuniu boa parte dos inúmeros amigos conquistados através de sua dedicação e amor desde sua chegada ao norte tocantinense.

 

Dias antes, 21 a 23 de junho, Pe. Remigio teve o mérito de ser escolhido pelos organizadores e autoridades da cidade como escritor homenageado na Feira Internacional do Tocantins (FLIT 2012), na chamada Estação Araguaína. Ele recebeu a premiação pelo que representa para a cidade de Araguaína e região, pelo seu legado e pela edição de seus dois livros: “Silêncio Prudente”, que conta a história de uma vocação; e “Antologia de Memórias” que discorre sobre os primórdios de Araguaína e retrata o olhar dos padres orionitas, quando chegaram ao Estado.

 

Tantas comemorações para celebrar a doação e a dedicação de 60 anos de ministério sacerdotal. De fato, como diz o povo de Araguaína, “As homenagens são apenas retribuição a uma pessoa que dedicou toda a sua vida em prol do Evangelho, seguindo o carisma de Dom Orione.”

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Share This