A Relíquia em Juiz de Fora

A Relíquia em Juiz de Fora

Relíquia do Sangue de São Luís Orione em Juiz de Fora, MG

 

Juiz de Fora. Aos 16 de março do ano de 2014 a comunidade religiosa do Instituto Profissional Dom Orione foi até Mar de Espanha, para acolher, junto a tantas caravanas de outras cidades e estados, a relíquia do sangue de São Luiz Orione. Depois de todas as motivações apresentadas pela paróquia daquela cidade, participou da celebração eucarística presidida pelo provincial, Pe. Tarcísio, que recebeu a relíquia das mãos do provincial da Província Sul, Pe. Aparecido da Silva. Terminada a celebração a relíquia foi entregue ao Pe. Luiz Carlos da Cruz, diretor da comunidade de Juiz de Fora, de onde foi iniciada a visita da relíquia à Província Nossa Senhora de Fátima.

Em Juiz de Fora aproveitou-se o mesmo dia para dar início à programação da comunidade. À noite do dia 16, às 20 horas, numa celebração eucarística, a relíquia do sangue de são Luiz Orione foi apresentada à comunidade paroquial de São Mateus, em Juiz de Fora. A igreja estava cheia de pessoas espiritualmente sedentas de presenças santas e acolheu com muito carinho a relíquia do santo. Numa celebração preparada pelo Ir. Edgar de Jesus Melo e presidida pelo Pe. Luiz Carlos da Cruz, todos puderam conhecer um pouco da história de São Luiz Orione e se abastecerem de seu carisma: “Somente a caridade salvará o mundo”.

No dia seguinte, 17 de março, o Ir. Edgar ficou responsável em apresentar a relíquia aos meninos atendidos pelo Instituto e contar a história do fundador da Pequena Obra da Divina Providência. Na terça-feira, 18 de março, durante o dia, a relíquia ficou exposta para a visitação de amigos e benfeitores e, à noite, 19 horas, numa celebração eucarística, presidida pelo diretor da comunidade, a relíquia foi apresentada à comunidade Imaculada Conceição, Bairro Dom Bosco, onde residem muitos amigos e benfeitores do Instituto e as famílias dos atendidos pela obra de Juiz de Fora. A comunidade organizou uma grande festa de acolhimento e se sentiu, como a família religiosa, agradecida pelos 100 anos de missão orionita.

Aos 19 de março, dia de São José esposo de Maria, às 7:30 horas da manhã, a relíquia foi apresentada no Cenáculo, onde a comunidade religiosa atende, casa das Irmãs Servas do Santíssimo Sacramento, na santa missa com a comunidade do centro da cidade. Ao lado de São José, a relíquia ficou exposta durante a missa para a veneração de amigos e benfeitores presentes naquela celebração. Com uma participação ativa e intensa, com a presença de um grande número de fiéis, a relíquia levou a motivação do dinâmico carisma do santo. À tarde deste mesmo dia, na exposição da relíquia na capela do Instituto veio prestar veneração ao sangue de São Luiz Orione a esposa do adolescente de Mar de Espanha, José Falabella, o qual foi intérprete do Fundador da Pequena Obra da Divina Providência em sua vinda ao Brasil aos 4 de agosto de 1921, dona Deolinda Simões Falabella, aos 98 anos de idade, acompanhada dos filhos, noras e netos. Dona Deolinda relatou que seu marido, ainda jovem, dominava a língua italiana. Assim pôde acompanhar Dom Orione em suas visitas às famílias e comunidades em Mar de Espanha, MG.

Em 20 de março encerrou-se a visita da relíquia do Sangue de São Luiz Orione em Juiz de Fora – MG.

Durante o último dia a relíquia ficou na capela do Instituto Profissional Dom Orione para alimentar as orações da comunidade e exposta para a visita de nossos amigos e colaboradores. Que as motivações que adquirimos do Apóstolo da Caridade, São Luiz Orione, mediante a presença da Relíquia de seu Sangue, permaneçam em nossa casa e na vida de nossos amigos e benfeitores.

Pe. Luiz Carlos da CruzPe. Enrico Zardoni – Ir. Edgar de Jesus Melo

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Share This