76º Dies Natalis de Dom Orione – Madre Michel escreve uma carta na tarde do funeral

76º Dies Natalis de Dom Orione – Madre Michel escreve uma carta na tarde do funeral

 

Uma carta da Madre Michel na tarde do funeral de Dom Orione em Tortona.

 

A beata Teresa Grillo Michel conheceu Don Orione em 1896, quando, ainda jovem sacerdote de apenas 24 anos, iniciou, ainda clérigo, um colégio para meninos pobres de Tortona. Encontraram-se em um único caminho: o da caridade e da santidade. Trocaram dons espirituais e a colaboração mútua durante toda a vida. Ajudaram-se com liberdade e descrição a realizar o designo da Divina Providência.

Dom Orione foi “pai e guia” da Fundadora e não da Fundação, como desejou Madre Teresa Michel. Ela reconhecia em Dom Orione “nosso Diretor” e também “único Superior”, porém ele reconhecia em Madre Michel uma nova e própria originalidade espiritual e apostólica. Surgia a Congregação das Pequenas Irmãs da Divina Providência. A colaboração apostólica entre os dois fundadores continuou intensa durante as suas vidas.

Dom Orione morreu no dia 12 de março de 1940. Durante o cortejo fúnebre em 16 de março, seu corpo fez uma breve parada em Alessandria, em frente o Instituto das Filhas da Divina Providência. Os primeiros a prestarem um ato de devoção foram a veneranda fundadora Madre Teresa Grillo Michel e o Bispo Diocesano. Foi uma grande comoção da Madre para com aquele que sempre considerou “pai”. Na tarde, durante as exéquias de Dom Orione em Tortona, confiou os seus sentimentos escrevendo à uma co-irmã.

Alessandria 19/3/1940

Caríssima Ir. Domênica

Recebi a tua com a correspondência da Ir. Giuseppina e assim respondo:

Pode-se imaginar a minha dor pela morte do Revmo. Dom Orione! Na verdade não se pode dizer uma morte, mas um verdadeiro triunfo a sua passagem deste mundo, demonstrando assim como a virtude e a caridade estão ainda juntas da humanidade sofredora. Enviamos 4 irmãs para o funeral, e tornaram entusiasmadas com as demonstrações de veneração e de afeto que toda a população e a Congregação demonstrou a Dom Orione. Bem-aventurado ele que soube fazer o bem, e relativamente em breve tempo nesta terra!  Espero que do céu se recordará de nós, pobres peregrinos nesta terra, que o recordamos e invocamos com tanto afeto.

Madre Teresa Michel

Texto original: www.donorione.org

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

Share This