REFLEXÕES DOMINICAIS – QUARESMA – 1º DOMINGO 2019

PEQUENA OBRA DA DIVINA PROVIDÊNCIA

FAMÍLIA CARISMÁTICA ORIONITA

REFLEXÕES PARA A QUARESMA: É TEMPO DE CONVERSÃO

ORIONITAS AS PÉS DA CRUZ

Um breve subsídio para a reflexão dos integrantes da família carismática orionita, em preparação para a celebração do grande Mistério Pascal dos cristãos. Trata-se de uma proposta de formação e espiritualidade bem simples, para ser feita durante a semana, em preparação para o encontro eucarístico dominical. Cada fascículo terá uma saudação, uma frase bíblica do evangelho dominical, um tema quaresmal e uma proposta de reflexão sobre a Campanha da Fraternidade. Pode ser feita em comunidade, entre amigos ou individualmente. Os textos das reflexões são extraídos do livro: Quaresma: teologia e símbolos (A.S.Bogaz – J.H.Hansen. Revista o Recado. 2015).

Viver a quaresma é uma graça que a Igreja nos oferece, levando-nos a redescobrir as motivações dos primeiros cristãos, que se preparavam com tanto ardor para as festas pascais. Todo tempo é tempo de purificação, todos os dias são dias de renovação; isso é inegável. Nossa Igreja nos apresenta um tempo especial, para reacendermos a chama da fé que se fragiliza nas labutas cotidianas, para refazermos os laços de afetividade que se desmancharam e caminharmos nos passos da caridade, que nos unificam com Deus e com os seus empobrecidos. Na condição humana de pecadores, somos iluminados por Jesus Cristo, para reavermos a condição divina semeada em nossa vida pela filiação batismal. Pelas cinzas, pelas palmas, pela cruz e por tantos gestos, somos adentrados num espírito novo, capaz de restaurar a grandeza de nossos corações. A medição da Igreja, nossa comunidade de fé, escancara nosso coração para acolher, feito sepulcro sagrado, o Cristo crucificado e se tornar o templo que adora o Cristo ressuscitado. Quaresma é graça divina que nos eleva, dia após dia, passando pelo calvário, à manhã da glória da ressurreição.

Pe. Antônio S. Bogaz – Prof. João H. Hansen – Pe. Rodinei C. Thomazella

Da família carismática de São Luís Orione

 

 

1º DOMINGO DA QUARESMA  – 10 março 2019

TEMA: VENCER AS TENTAÇÕES

 

 

  1. Abre, Senhor, meu coração
  2. E ilumina meu espírito.
  3. Deus Pai, criador de tantas belezas, que nos enviastes vosso Filho, para restaurar a humanidade e o universo, enviai vossa Luz, para acolher vossas graças e transformar minha história de vida.
  4. Amém

A VOZ DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO – Lc 4, 1-13

Cheio do Espírito Santo, voltou Jesus do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto, onde foi tentado pelo demônio durante quarenta dias. Durante esse tempo ele nada comeu e, terminados esses dias, teve fome. Disse-lhe então o demônio: “Se és o Filho de Deus, ordena a esta pedra que se torne pão”. Jesus respondeu: “Está escrito: Não só de pão vive o homem, mas de toda a Palavra de Deus (Dt 8,3)”. O demônio levou-o em seguida a um alto monte e mostrou-lhe em um só momento todos os reinos da terra, e disse-lhe: “Eu te darei todo este poder e a glória desses reinos, porque me foram dados, e dou-os a quem quero. Portanto, se te prostrares diante de mim, tudo será teu”. Jesus disse-lhe: “Está escrito: Adorarás o Senhor, teu Deus, e a ele só servirás” (Dt 6,13). O demônio levou-o ainda a Jerusalém, ao ponto mais alto do templo, e disse-lhe: “Se és o Filho de Deus, lança-te daqui abaixo; porque está escrito: Ordenou aos seus anjos a teu respeito que te guardassem. E que te sustivessem em suas mãos, para não ferires o teu pé nalguma pedra” (Sl 90,11s).  Jesus disse: “Foi dito: Não tentarás o Senhor, teu Deus” (Dt 6,16).

*****

MENSAGEM DE NOSSO SANTO – ORIONITAS AOS PÉS DA CRUZ

As provas, os sofrimentos , tomados pelas mãos de Deus, não farão senão aumentar a nossa Fé: ela queimará com novo ardor, resplandecerá com nova luz, e será vida e calor espiritual para nós, será vida e luz de Cristo para as multidões de pobres crianças de toda raça e cor, e para grandes multidões de operários e de povos desviados de Cristo.Coragem, ó meus filhos, pois o futuro é de Cristo e de quem vive de Fé, de Fé operosa na verdade e na caridade, até morrer, até o holocausto, para a salvação dos irmãos.

*****

PARA APROFUNDAR NOSSA FÉ

ESPIRITUALIDADE DA QUARESMA

A Quaresma é o tempo de experiência mais viva da participação no mistério pascal de Cristo: “participamos dos seus sofrimentos para participarmos também da sua glória” (Rm 8,17). Esta é a diretriz da Quaresma. A ação purificadora e santificadora do Senhor para todos os participantes da Igreja, é o período em que os cristãos se envolvem  com suas penitências que vão levá-lo  a participar do mistério de Cristo que, por nossa causa, se faz penitente recorrendo ao jejum no deserto.

Ao aproximar-se o tempo de seu sofrimento, Jesus assim se expressou: “É chegada a hora de ser glorificado o Filho do Homem.” “Agora  está angustiada a minha alma, e que direi Eu? Pai, salva-me desta hora? Mas precisamente com este propósito vim para esta hora.” (João 12:23 e 27).  Por fim, na noite da Última Ceia, ao dirigir-se ao monte das Oliveiras, no qual deveria passar pelas tenebrosas horas do Getsêmani, Jesus “levantou os olhos ao céu e disse: Pai, é chegada a hora; glorifica a Teu Filho, para que o Filho Te glorifique a Ti.” (João 17:1). O caráter eclesial da Quaresma é o tempo da grande convocação de todo o povo de Deus, que se prepara para que o  seu Salvador e Senhor possa purificá-lo e santificá-lo.

*****

A UTOPIA DA FRATERNIDADE

Vamos conhecer as propostas humanitárias e cristãs da Campanha da Fraternidade, para unir a dor de Jesus Cristo com os sofrimentos dos irmãos.

DIREITO À VIDA        

 Não há graduação no que diz respeito à dignidade humana, ou seja, vida que merece ser vivida e a que não merece.  O direito à vida que se alicerça na dignidade humana precede quaisquer outros direitos. A dignidade humana constitui-se hoje o ponto de partida para o diálogo com o mundo plural, visto que é reconhecida praticamente por todas as culturas e religiões, entre crentes e não crentes.

*****

ORAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO

Espírito Santo de Luz, concedei-me o dom da sabedoria. Que eu tenha o discernimento necessário para distinguir o mal do bem, a mentira da verdade, a guerra da paz.
Que Tua santa sabedoria ilumine os espaços confusos de minha alma. Por Cristo,  Nosso Senhor.

  1. Amém

Rezemos como o Senhor nos ensinou:

Pai Nosso – Ave Maria – Glória ao Pai

  1. Que a luz divina ilumine nosso caminho e nos envie amigos bons nas intempéries da vida.  A benção de Deus de Amor: Pai. Filho e Espírito Santo
  2. Amém

 

 

 

Share This